Press "Enter" to skip to content

[Email01]Como Dominar meu Namorado(a)?

Ares 0

Eu não vou divulgar nome pois não precisa, mas eu recebo diariamente perguntas como essa:

PRECISO DE BDSM NA MINHA VIDA, COMO FAÇO?

Todo dia tem alguém que não está satisfeito(a) com a vida sexual. Isso é um problema que afeta TODAS AS PESSOAS sem exceção. Parece que piora agora, já que nesses dias temos tido mais tempo pra pensar sobre isso, e realmente sentido falta de sexo.

Nem aquele sexozinho água com açúcar a gente tem mais. Aquele que só serve pra disfarçar, e eu acho que quando isso tudo passar, você não vai querer mais do mesmo. Portanto coloco aqui um email que recebi e a resposta na integra. Que também serve de convite pra você, caso queira.

BOM DIA…GOSTARIA DE INICIAR DIZENDO QUE ESTOU CURTINDO MUITO O QUE VEJO VC COMENTANDO SOBRE O ASSUNTO BDSM E QUERO MUITO ENTENDER ESSE MUNDO. SOU UM CARA QUE SEMPRE GOSTEI DE SEGURAR, MANDAR, DAR UNS TAPINHAS, MAS NÃO CONHECIA A REAL ESSÊNCIA DISSO…ESTOU NUMA RELAÇÃO QUE MEU PARCEIRO ERA DO MEIO *ocultado* E TEM UM PERFIL DE MAIS DOMINAR DO QUE SER DOMINADO, POREM NÃO FAZ MAIS PARTE DESSE MEIO, MAS COMO VC MAIS OU MENOS DISSE…”FETICHE É ALGO DA PESSOA” É DELA….E NA RELAÇÃO É IMPORTANTE SABER OUVIR E É O QUE QUERO FAZER…… NA HORA DA TRANSA ELE AS VEZES PRESSIONA MEU MAMILO COM OS DEDOS, MORDE DE LEVE, TENHO SENSIBILIDADE NA BARRIGA, PESCOÇO E COSTAS E QUE ELE ESTIMULA,, MAS NO QUE SE TRATA DO ASSUNTO FETICHES, VEJO QUE ELE NÃO SE ABRE, SINTO QUE TEM RECEIO DE SER JULGADO E QUE SE FAZER ALGO DO TIPO COMIGO “DAR UNS TAPAS” OU USAR ACESSÓRIOS, VOU TER RECUSA, JULGA-LO, JÁ COMENTEI ALGO DO TIPO COM ELE, MAS VEJO QUE A IMAGEM QUE ELE TEM DE MIM É DE QUE EU NÃO IRIA GOSTAR, CURTIR, COMENTO COM ELE QUE SE ELE ERA DO MEIO FETICHISTA, QUE ESTOU ABERTO A EXPERIMENTAR ISSO, NÃO SEMPRE, MAS SERIA ALGO QUE DARIA UM TEMPERO NA RELAÇÃO, ELE FALA QUE ISSO NÃO É ESSENCIAL PARA ELE, QUE CONSEGUE VIVER BEM SEM ISSO, MAS EM ALGUNS MOMENTOS DA TRANSA ELE SENTE TESÃO EM SUFOCAR POR EXEMPLO. NA PRIMEIRA VEZ QUE FEZ ISSO, NÃO ME FALOU NADA, NÃO COMBINOU, SIMPLESMENTE FEZ. EU NESSA PRIMEIRA VEZ DEMOREI UM POUCO PARA ENTENDER, MAS DEPOIS DEIXEI ROLAR. EM OUTROS MOMENTOS ELE VOLTOU A FAZER ISSO E DEIXEI ACONTECER E DEIXEI FLUIR, NESSE OUTRO MOMENTO ME PERMITI DEIXAR SER DOMINADO E CURTI O MOMENTO. 
O PONTO CHAVE DE TUDO ISSO É COMO FAÇO PARA MOSTRAR PARA ELE QUE QUERO VIVENCIAR ESSAS EXPERIÊNCIAS COM ELE SEM ELE SE SENTIR JULGADO, SEM RECEIOS?
EU TAMBEM GOSTO DE DOMINAR, GOSTO DE MANDAR, SEGURAR, MOSTRAR UMA DE CERTA FORMA UM PODER SOBRE A PESSOA, SEMPRE OBSERVANDO SE A PESSOA ESTA CURTINDO A AÇÃO, O MOMENTO, BUSCO RESPEITAR OS LIMITES DE CADA UM, MAS ISSO “O GOSTO DE DOMINAR” DE UMA MANEIRA BEM LEIGA….. TEM POUCO TEMPO QUE SOUBE QUE EXISTE ESSE MUNDO, QUE EXISTE FUNDAMENTOS, UM APRENDIZADO SOBRE O TEMA, VEJO QUE TENHO MUITO A APRENDER SOBRE O ASSUNTO. DA MESMA FORMA QUE GOSTO DE DOMINAR, TAMBEM SEI ACEITAR EM SER DOMINADO, TALVEZ PELA FALTA DE CONHECIMENTO SOBRE O ASSUNTO PREFIRO NÃO ME COLOCAR CERTO TITULOS, NÃO QUE TITULOS SEJA ERRADO, MAS PARA MIM, GOSTO DE VIVENCIAR O MOMENTO E FAZER O QUE ESTOU NA VONTADE DE FAZER NAQUELA HORA. SEXUALMENTE SOU UM CARA VERSÁTIL, POR ESSE MOTIVO NÃO ME VEJO EM TODO MOMENTO SER SOMENTE DOMINADOR, MAS SIM EM OUTROS ACEITO SER SUBMISSO. 
NEM SEI SE VC VAI CHEGAR A LER E/OU RESPONDER ESSE EMAIL, MAS SERIA MUITO BOM TER ESSA ORIENTAÇÃO DE SUA PARTE. 
AGRADEÇO MUITO PELO CONTEUDO QUE TENHO VISTO EM SEU INTAGRAM, POIS TEM SIDO DE GRANDE VALIA PARA MIM, PODER ENTENDER UM POUCO MAIS DESSE MUNDO. DESDE JÁ AGRADEÇO 

Minha Resposta:

——–

Bom dia.

Você pediu ajuda e pra te ajudar eu vou precisar te falar algumas coisas que podem te incomodar, mas se você entender isso e não levar completamente pro lado pessoal, eu acredito que vai te engrandecer muito.

Antes de tudo, ESCREVER UM EMAIL TODO EM CAPSLOCK é ruim pra você pois parece que você está gritando.

Então vamos lá.

Primeiro, ele não se sente seguro pra se abrir com você.

Ele provavelmente passou por alguma experiencia ruim relacionada ao meio *ocultado*. Essa experiencia provavelmente foi por ele ter sido julgado por gostar disso. Isso pode ter acontecido dentro do meio *ocultado*, de outros caras sendo babacas com ele, ou pode ter acontecido com alguma pessoa que era importante pra ele falando que o fetiche dele era errado.

Já aconteceu comigo. Eu queria dominar uma pessoa, ela disse “nunca faria isso, isso é coisa de doido“, eu me fechei pra ela e pra algumas pessoas.

Custei a me abrir de novo, pois eu não me sentia seguro de me abrir pras pessoas.

E como você faz ele se sentir seguro?

Muitas coisas podem ser feitas, mas nada pode ser dito.

Nós enquanto seres humanos confiamos muito no que dizemos, e não necessariamente isso é ruim, só que somente falar não traz mudança. Você pode falar que vai fazer a pessoa gozar muito, mas até você ter feito, ela sempre vai duvidar.

Você pode falar que vai me dar um chocolate, mas até eu ver o chocolate na minha mão, até eu morder o chocolate, até eu sentir o gosto do chocolate, eu vou duvidar.

E quanto maior a promessa, mais a gente duvida.

Então dá pra ter uma conversa e tentar pescar essas inseguranças e ir resolvendo. Você perguntar diretamente o que incomoda ele, escolhendo um momento mais propicio.

Só que não dá pra ele se abrir, transar e gozar com essas inseguranças aí.

Na hora do sexo, “pegar e fazer” sem combinar, não é BDSM, e por não ser BDSM, é inseguro e traz mais insegurança.

Como que você resolve isso? Mostrando pra ele que você está comprometido, mostrando que você está seguro de explorar seus fetiches, que você está num caminho e convida-lo a se juntar a você.

Um casal que ajudei, a história era assim: O cara queria e gostava, a esposa receosa. Ele mostrava e insistia, ela sempre com pé atrás. Ele comprou um curso e falou “estou vendo um curso sobre BDSM, quer ver comigo?”, ela pensou “mal não faz, é só ver mesmo”. Hoje em dia os dois estão numa sintonia ótima, pois com informação, ela percebeu que não era um bicho de sete cabeças e que se era pra fazer bem pros dois, era algo ótimo.

Em vez de você falar “se abre pra mim, eu vou realizar os seus fetiches“, você fala “se abre pra mim e realiza os MEUS fetiches”. Em vez de falar “vamos começar juntos?” Você fala “Eu vou começar e fazer isso por mim. Quer vir comigo? Eu gosto muito de você e te quero comigo nessa.” Só que é um jogo de confiança, quem tem mais confiança vence.

Você mostrar pra ele “estou aprendendo a lidar com meus fetiches” é um convite pra ele aprender a lidar com os dele e isso tudo melhorar o seu relacionamento. É quase que um ultimato “eu TE amo, eu ME amo, e estou fazendo isso por MIM e por nós dois, vem comigo!”

Se você tentar fingir essa confiança, fingir que se comprometeu em ser um “pervertido” melhor, ele vai sacar inconscientemente e aí seu relacionamento termina.

“Gosto de dominar, gosto de mandar,segurar, mostrar de uma certa forma um poder sobre a pessoa…” Não.

Você tem INÚMERAS opções, e usar força física é a pior delas. Não é você quem impõe sua dominação, é a pessoa que se submete a você, e ela só vai se submeter a você se tiver segurança.

Na verdade, ela só vai entrar no jogo de Dominação e submissão se ela tiver confiança, da mesma forma ela só vai realizar os fetiches com você, se você passar segurança.

Aí tem sua pergunta “O ponto chave de tudo isso é: Como faço pra mostrar pra ele que quero vivenciar essas experiencias com ele, sem ele se sentir julgado?”

Mostra que você quer por você, não por ele. Quando você tirar o foco dele, e trazer o foco pra você. Ele vai sentir que o foco não é ele ser pervertido ou não, é sobre VOCÊ ser pervertido ou não. Em vez dele pensar que você o estaria julgando, ele vai pensar se ELE está te julgando. Muda completamente a perspectiva.

Se compromete e toma uma decisão pra você, não por ele.

O seu foco está em salvar o seu relacionamento, acredito que se seu relacionamento estivesse ótimo, provavelmente eu não teria recebido um email. Ainda mais com esse corona virus deixando todo mundo com medo.

Mas eu recebi esse email, e você me pediu ajuda.

Então minha ajuda ta aqui:

https://bit.ly/xxxbdsm

O que vai te resolver é tomar a mesma decisão que o casal tomou e que deu certo pra eles.

Eu até poderia te falar que dá pra aprender BDSM na internet, mas com o conteúdo que vejo por aí, você só vai perder tempo. Tem muito lixo.
Dá pra tentar só com os videos que libero gratuitamente, e talvez até funcione. Tem gente que já ta tendo resultado só com o conteúdo das lives, mas sei lá. Pelo email que mandou, provavelmente você quer algo mais certo.

Mas tem sempre duas opções.

Você pode tomar essa decisão, ou você pode largar pra lá, pode só ler e deletar esse email.

Só que você tem que saber da consequência mais séria: Você ignorar que você tem fetiches, ignorar que ele tem fetiches, é a pior coisa que você pode fazer na sua vida. Em algum momento isso vai pesar no seu relacionamento, aí você volta aqui, talvez de namorado novo.

Bom, espero ter ajudado.

att.
Ares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *