Press "Enter" to skip to content

O Caminho do Poder

Ares 0

Eu não sei se você sabe, mas eu trabalho com BDSM, Massagem Tântrica, uso algumas coisas de hipnose e psicologia, tudo pra ajudar pessoas normais a ter experiencias sexuais incríveis.

Eu acredito que as pessoas em geral não aprendem isso em casa, meus pais nunca conversaram comigo sobre sexo e eu sei que nem é culpa deles, os pais deles nunca fizeram isso também. Então simplesmente acontece e ninguem tem culpa. Agora imagine falar sobre realização sexual?

Fora que desenvolver uma certa maturidade sexual é algo que a gente não se preocupa até sentir que falta algo e nao saber bem o que.

Ao longo dos anos, eu vi que as pessoas que se permitiam mais, que se relacionavam com pessoas boas, que conversavam sobre seus próprios fetiches, e que principalmente se conheciam bem, eram mais felizes.

Da mesma forma que relacionamentos acabavam por falta de sexo de qualidade, por falta de experiencias sexuais. O sexo papai e mamãe que realiza, que deixa feliz e satisfeito, é sim algo fora do comum e é sensacional. Só que se a mulher ou o homem, se sente “obrigado” a fazer sexo só pra cumprir tabela, só pq a outra pessoa quer, o sexo perde o sentido e se torna algo péssimo. Isso acaba sendo comum em relacionamentos com pouca química, ou com muito tempo de duração.

A pessoa até te satisfaz em alguns quesitos, mas o sexo não é bom. Todo mundo já esteve nessa situação, e não depende de você exclusivamente, é a química mesmo.

Todo mundo tem aquele sexo mais ou menos, e aquele sexo que fica na mente um tempo, que você lembra de ser WOW. Pode acontecer penetração sempre, ou pode ser sem penetração, o fato é que alguns “sexos” que a gente faz, se tornam EXPERIENCIAS SEXUAIS INCRÍVEIS, é outro nível.

Enfim, as coisas não acontecem a menos que estejamos na hora certa, no lugar certo, com as pessoas certas e que estejamos preparados pra isso.

Tem gente mesmo que vêm pro BDSM, ou até mesmo pro Tantra, e fica procurando “dica”. Meu email, direct do instagram, messenger do facebook e até o whatsapp fica cheio de pessoas pedindo dicas.

Pra algumas coisas até tem receita de bolo, dar uma dica ou outra, como por exemplo “onde fica o clitóris.” até ajuda, mas não resolve. Te dizer onde fica o ponto G da mulher não garante sequer que você vai sair da conversa do bar, chegar até o motel e que a mulher vai deixar você penetrar ela.

Da mesma forma inversão, eu posso detalhar como fazer inversão, mas se você não souber como lidar com a pessoa, antes, durante e depois, nunca vai acontecer.

Só que, se você conseguir lidar com pessoas, até conseguir uma quantidade razoável de pessoas, ir pro sexo, e não saber o que fazer, não dá certo.

A ideia é o conjunto, é fazer tudo funcionar. E aposto que se você já tem alguma vivencia em alguma área, todo mundo te fala pra estudar muito, pra ler muito, aprender muito, mas ninguem te fala pra aprender o que, nem como, nem onde.

Esse caminho todo é complexo e melindroso.

Você precisa saber atrair as pessoas certas. Não adianta você atrair homens, se você não tem tesão em homens, da mesma forma não adianta atrair mulheres, se você não tem tesão em mulheres. E atrair alguém não depende do seu corpo, do tempo que você gasta ou não na academia, depende de algumas questões que ninguém costuma conversar com você, então você nem sabe que elas existem.

E aí tem outras coisas também. Não basta atrair, você tem que flertar, tem que saber despertar desejo na outra pessoa, tem que fazer ela te desejar. Tanto pra te Dominar, ou pra você Dominar ela. O Jogo não acontece sem o flerte.

O flerte ta legal, mas e o real?

Tem também a parte da Conquista, de se apossar do desejo da outra pessoa e encontrar com ela pessoalmente. Saber se é compativel, saber dela e de você as expectativas, negociar as coisas, e principalmente saber se a pessoa é confiável. Saber se ela vai te trazer problemas ou não.

Eu não sei se você sabe, mas 80% das pessoas que se dizem praticantes de BDSM, não sabem o que estão fazendo, não tem a minima ideia de consensualidade. Então cabe a você se proteger. Cabe a você colocar os limites e fazer com que a relação funcione.

Chegou no presencial, no primeiro encontro e aí?

Aí vem o jogo. Vem a persuasão. Vem o toque. Vem a Sessão.

Aqui normalmente as pessoas se perdem. Elas tendem a repetir praticas em vez de jogar.

Não é bater, muito menos fazer spanking, é Spanking Erótico. É o Spanking Burn. É um jogo que envolve estimulos e que envolve um certo nivel de dor, com o único objetivo de dar prazer.

Se bateu e não foi bom, se apanhou e não foi bom, provavelmente foi feito errado, ou não tinha tesão mesmo. Das duas formas com conhecimento se resolve, coisa que quase ninguem tem.

Mais um exemplo?

Falaram de humilhação. Chamou de Vadia, de puta, chamou de gordo ou de gorda, falou mal do cabelo, falou que você é um(a) verme, inútil, incapaz, etc. Os exemplos são vários e isso, nem de longe é humilhação erótica, isso são ofensas pessoais.

Não dá pra jogar com pessoas que só repetem práticas. É melhor um vibrador.

E quando o jogo perde a graça?

Aí as pessoas se reinventam. Criam. Mudam. Combinam. A Continuidade é o que evita que os relacionamentos caiam na mesmice.

Percebam que rotina é bom, mesmice não. Tem coisas que só funcionam com rotina, da mesma forma que não da pra ficar inventando o tempo todo.

Mas as pessoas subestimam e tendem a levar a rotina como algo a ser evitado. Usa a rotina a seu favor, a favor do relacionamento que vai ter.

A ideia do material que eu produzo, é preparar as pessoas pra viverem o que elas sempre sonharam.

Faço isso das seguintes formas:

– Sessão de Massagem Tântrica

Que movimenta energia sexual e resolve inúmeros problemas, como ejaculação precoce, falta de libido(tesão), e ajuda a ganhar energia.


– Sessão de Dominação Profissional

Tem base em BDSM e que mistura outras coisas. Tanto a ideia de iniciação, bem como experimentar práticas. Algumas experiencias envolvem muita coisa, pra mexer com sentidos e ideias pervertidas.


– Curso Virtual com foco em praticas BDSM

Que ajuda a conhecer pessoas, explica detalhadamente as praticas, mostra que tipo de pessoas vao dar problemas, e resolve todos os problemas de quem quer praticar BDSM, principalmente explorando Sadismo e Masoquismo


– Curso Virtual do Caminho do Poder

É um material novo, que mistura BDSM, Tantra, Hipnose e outras coisas que realmente mexe com as pessoas. É intenso e tende a revolucionar a vida sexual.


– Workshop Presencial do Caminho do Poder

São dinâmicas, meditações, vivencias que ajudam quem ainda é travado(a). Ou as pessoas que querem viver as experiencias, é uma mudança mais drástica do que o Virtual, por ser mais impactante.

O Workshop Presencial do Caminho do Poder tem até agora os seguintes temas:

Tema 1: Empoderamento das Partes

É um processo que visa Empoderar quem Domina, e Empoderar quem se submete. Traz vivencias sobre limites, consensualidade, desapego e faz sentir o tesão que é Dominar, pra quem quer Dominar, e o tesão que é se submeter, pra quem quer se submeter. As vivencias acontece enquanto usamos práticas como Spanking Erótico, Velas, e outras coisas.

Tema 2: Conexão pelas Cordas

Cordas, amarrações e nós, unem, prendem, conduzem uma troca gostosa entre quem amarra e quem é amarrado. Cordas podem servir como adorno para o corpo, como restrição ou mesmo como guia entre as pessoas que jogam. Neste tema trago uma meditação chamada Chakra Tie, que foi criada por mim, pra jogar também com energia sexual.

Tema 3: Jogos com Mais Pessoas

Todos os homens que eu conheço já sonharam em ter mais de uma pessoa ao mesmo tempo. A grande maioria das mulheres sonha em ser venerada e carregada por servos leais. E se misturássemos um Ménage (à trois) com as perversões inerentes ao BDSM. E se você soubesse como fazer? Conduzir? Não deixar ninguem sobrando? Trabalharemos tudo o que envolve jogos com mais pessoas.

Tema 4: Extreme RolePlay

As pessoas subestimam o Poder de um bom roteiro, de um bom jogo, de uma boa cena. Desde papéis corriqueiros explorados entre casais baunilha, até jogos rebuscados que envolvem caracterização e perversão de papéis cotidianos, até novas cenas e ideias inimaginadas até agora.

Tema 5: Jantar Liturgico

A Liturgia como deve ser. Formas de se aplicar a liturgia, e até formas de criar uma liturgia que faça sentido entre as partes da relação. A Liturgia do casal, ou das pessoas envolvidas prevalece, e reina absoluta como instrumento de tesão e de jogos pervertidos. Como os rituais aplicados corretamente criam vinculo, segurança e tesão nas partes.

Por enquanto são esses os temas, tem mais, só não está pronto.

Por enquanto os presenciais só acontecem em BH e SP.

Duvidas, criticas ou sugestões?

me chama no email: ares@kinky.com.br

ou deixa um comentario aqui em baixo que eu leio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *