Press "Enter" to skip to content

Você é um Dominante extraordinário?

Ares 0

Eu costumo consumir diariamente material sobre empreendedorismo, vídeos, textos e até livros. Eventualmente consigo achar ligação entre o que leio com BDSM ou neste caso especificamente, como acho que deveria ser um Dominador. Algumas vezes sai coisas horríveis, outras ficam formidáveis, não tendo muito bem uma regra, ainda. Acho que eventualmente, com prática tudo se torna melhor e talvez meus textos também.
No outro texto, escrevi “Submisso? Sim! Sem iniciativa? Nunca” e a ideia era justamente o questionamento sobre ser um submisso e ter sua própria vida, seus objetivos e sonhos. Neste tendo a explorar o lado do Dominante.

Eu vejo o Dominante como alguém extraordinário. Imagine uma pessoa que é capaz de ter todas as suas perversões, muitas vezes sob controle, para poder guiar outra pessoa (o submisso), e a relação para um objetivo comum que é a realização sexual. Por isso acho que o Dominante tem que ser uma pessoa extraordinária.

O começo no BDSM, principalmente quando vc se descobre com tendências Dominantes, traz sempre a ideia de que como Dominante, vc só precisa se preocupar consigo mesmo, que o submisso vai segui-lo e obedece-lo cegamente. É quase uma situação extrema de egoísmo, onde o Dominante se torna controlado por seu ego e tirano de seu submisso. Parece assustador ou extremo? Mas é a mais pura verdade.

O Dominante se deixa embriagar por seu próprio ego, tornando-se assim um perigo a si mesmo, ao outro e a relação. Toda relação que tem como base um dos lados, unilateral, e que o outro lado se anula ou recebe menos, ou mais responsabilidades e atenção, tende ao fracasso. Nós temos nossas necessidades, se não há um equilíbrio entre nossas necessidades e do outro, em algum momento o castelo cai. Cabe ao Dominante ter sensibilidade de ver isso e administrar esse equilíbrio.

 

1310345191-i-know-i-am-awesome-file

(Sei que sou Incrivel, portanto não ligo para você.)

Acredito muito na troca, inclusive entre Dominante e submisso.

 

Então como ser um Dominante extraordinário?
– Converse com seu submisso, tente entender o que ele busca.
– Se não puder/quiser oferecer o que seu submisso busca, não tente segura-lo.
– Só realmente comece uma relação se quiser seguir com ela. Há sempre a possibilidade de se seguir como playpartners. (Inclusive acho que toda relação deveria começar como playpartner, acho que fica mais leve e talvez depois, tomar outra forma).
– Tente conhecer a si mesmo para entender os seus desejos.
– Aceite que você e seu parceiro mudam, seus desejos mudam, e conforme vc fica mais experiente e talvez diferente, a relação pode não mais existir.
– Cuidado com a “Síndrome do Canil Cheio”. Ter muitos submissos não quer dizer necessariamente que você vai ser feliz, as vezes é o contrário.
– Não deixe que sua relação se arraste como um zumbi, ou você está na relação ou não.
– Sonhar é gratuito, realizar os seus fetiches não. Algumas vezes pode custar dinheiro, e normalmente custa trabalho duro de envolver o submisso e ter seus desejos saciados.
– Tenha em sempre em mente que o que está em jogo é a sua realização sexual, então não perca seu tempo com algo que não seja direcionado a isso.
– Não tente ser mestre em tudo, tente ser mestre no que vc gosta.
– Entenda que você escolheu o seu papel de Dominador, e que um submisso simplesmente pode não reconhecer vc como Dominador e por isso não lhe deve a mínima satisfação.
– É o submisso que se entrega, não o Dominador que força sua dominação.
– Respeite as pessoas, colegas, submissos, Dominadores, Dommes e tudo mais que se cruzar. Isso fará de vc uma pessoa melhor de se conviver.
– Você vai errar, vai errar muito, é normal, como é normal aprender com os erros. Se você é o Dono da Verdade, saiba que ela é uma submissa cruel, que vai te punir severamente caso vc não aprenda com seus erros e a reconhecer que errou ou está errado quando for necessário.
– Saiba o que você quer. (Esta é matadora!) Quem não sabe onde quer chegar, pode pegar qualquer caminho e chegar a algum lugar ou não. Imagine que você pega sua submissa e entram num carro, sem preparo, sem saber se tem gasolina, ou outros cuidados básicos, e sem saber para onde vão. Vocês rodam por um tempo e param, sem chegar a lugar algum, ou chegando em algum lugar. Qual as chances de estarem felizes onde estão? “A relação basta”, “Temos um ao outro”, “Vamos viver de amor”…. Não. Simplesmente não. Seja adulto e seja realista.

That is it. Eu já errei, já andei sem rumo, já fiz muita gente sofrer por eu ser inexperiente, etc, etc, etc. Então aprenda com o meu exemplo, continue errando, mas tente aprender com isso.

Mesmo que você ainda não seja um Dominante Extraordinário Pica das Galáxias, você pode ser um dia, e pode ser para o seu submisso. Acredite, isso já um feito heroico.

Ah, mais uma, se divirta, pq provavelmente vai ser muito bom.
51d480c103361

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *