Press "Enter" to skip to content

Cuidado com a cultura do “faça você mesmo”

Ares 0

Que nós brasileiros somos criativos ninguém pode duvidar, mas até que ponto isso é saudável.

Eu vendo acessórios BDSM e fetichistas, entre outras coisas, e sempre me interessei em como fabricar, do que eram feitos e os efeitos esperados de cada um. Há acessórios que são feitos para machucar, há acessórios que são feitos para atiçar o lado erótico da coisa e há acessórios que não deveriam ser feitos. O tipo de acessório depende do objetivo, se é um spanking erótico, se é um castigo, se tem o objetivo de restringir por pouco tempo, ou se é algo que duraria mais de uma hora.

Com alguns poucos minutos de pesquisa podemos encontrar pelo mundo uma gama incontável de tutoriais e roteiros de como fazer qualquer coisa, muitas dessas coisas são criados com materiais inapropriados. Usar o material incorreto pode carregar alguma bactéria, pode soltar tinta ou algum material nocivo, pode queimar a pele, pode causar alergia, etc., ou seja? Pode tornar sua brincadeira que era para ser prazerosa, um transtorno.

Para bondage e shibari:

– Procure sempre cordas de algodão, de juta, ou materiais menos reagentes e que tem uma tendência menor a causar alergia e a ter nós deslizando. A corda de nylon, mesmo sendo amplamente utilizada, é um problema, quando se passa a corda de nylon sobre a pele, ela pode causar queimaduras pelo atrito, quando se faz uma amarração, a amarração pode “deslizar” apertando ou afrouxando os nós. Utilizar o algodão é mais recomendado, até pela facilidade de se lavar, pode ser lavado em máquina, e o baixo custo, uma corda de algodão fica bem mais em conta do que a de juta, e um pouco mais cara do que a de nylon.

Para spanking:

– Evite correias de motor ou coisas parecidas, além de ser de extremo mal gosto, na sua fabricação e utilização, elas são carregadas de óleos, materiais ferrosos e outros compostos que aumentam a durabilidade e as tornam inapropriadas.

– Floggers de cordas, esses parecem “ok”, normalmente usam mais cordas de nylon ou de material sintético, pode ser que seja bom, desde que não corte demais, ou que possa causar queimaduras por atrito.

– Floggers de materiais plásticos, já vi alguns europeus muito fodas, bem feitos e acabados, mas flogger de fios… cabo de rede, fio de telefone, fio de energia elétrica, extremamente perigoso.

– Floggers de materiais ferrosos, aço cirúrgico é um material ótimo para muitas práticas, principalmente pela relativa facilidade de esterilização, mas hoje em dia, ninguém consegue mais aço cirúrgico de qualidade não sendo próprio para cirurgicas, portanto usam fios de metal e coisas parecidas, isso não limpa fácil, os aços comuns são “sujos” com uma % mínima de pureza, para o que são feitos servem, mas pra BDSM eles são perigosos, se oxidados então… é melhor ter a antitetânica em dia.

Para mordaças:

– As mordaças mais utilizadas e feitas no Brasil, utilizam aquelas bolinhas de borracha usadas em fisioterapia ou para fortalecer músculos, a fabrica mais famosa delas no brasil é a Mercur. Normalmente este tipo de bolinha são atóxicas, mas o diâmetro delas acaba por ser bem maior do que a boca “média” nacional, portanto, é bom escolher a bolinha certa. Algumas quando furadas liberam materiais nocivos.

Vestuário

Se você tem fetiche com materiais Premium, que vê na internet todos os dias, tente aprender a fazer usando estes materiais, ou compre os materiais Premium. O fetiche por roupas é bem especifico, comprar aqueles made in china, “wet look”, que brilham, mas são de baixa qualidade, acabam por te deixar mais frustrado, e aí você gasta duas vezes, com o de baixa qualidade e com o que você quer.

Courino e materiais sintéticos

Alguns são de boa qualidade e eu recomendo seu uso, principalmente para veganos e afins. O material sintético, como o courino, ou o courissimo, pode ser encontrado em diversas espessuras e é muito versátil, substituindo muito bem o couro. Tente usar materiais melhores, que não descascam ou não soltam tinta, o que quer que vai fazer pode ficar bom, ainda mais se quiser usar por muito tempo.

A maioria das sex shop usa courinos de baixa qualidade, são feitos para serem descartáveis mesmo.

Curtir coisas que você mesmo fez pode ser um prazer a mais na sessão, mas tem que ser feito com parcimônia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *